O autódromo do Mugello (ou Mugello Circuit) fica a aproximadamente 1 quilômetro e meio do centro da cidade de Scarperia, a cerca 1 hora de distância de Florença, no estado da Toscana, e leva o nome do território onde está inserido: o Mugello.

Aqui você descobre as diversas opções de transporte para chegar lá:

1 – Motorista particular

A forma mais confortável de ir até o Autódromo do Mugello é com um motorista particular: ele virá te buscar no hotel ou aeroporto e te leva diretamente até a porta do circuito. Você não precisa se preocupar com estacionamento, radares no meio do caminho e acertar a estrada. É só entrar no carro e relaxar.

Uma Mercedes Classe E com motorista particular a disposição para te levar até o Autódromo do Mugello, esperar por você assistir o moto GP ao vivo e te levar de volta a o hotel ao final do evento  sai a partir de Euro 450,00 de Florença ou Euro 480,00 de Roma (valores por trecho) e você pode fazer seu pedido de reserva aqui.

Vale lembrar que nos três dias de Moto GP o trânsito na região é mais intenso.


2- Aluguel de carro

O Mugello é um território aos pés da cordilheira dos Apeninos. A maior parte das estradas que levam até o autódromo é repleta de curvas como por exemplo do Passo della Colla ou Passo del Muraglione para quem vem de cidades como Rimini e Riccione no estado da Emília Romanha (estradadas ideias para os amantes de duas rodas!).

Veja aqui preços e opções de empresas de aluguel de carro na Itália

A estrada mais curta de Florença até o Autódromo do Mugello é a SR 65 (via Vaglia), mas as curvas podem ser dramáticas para quem sofre de enjôo. Neste caso recomendo fazer o caminho mais comprido pela estrada rápida A1 (estrada com pedágio), pegar a saída de Barberino di Mugello e seguir os cartazes “Autodromo Internazionale del Mugello”. Você vai percorrer mais quilômetros, mas vai pegar menos curvas (ou curvas mais “tranquilas”).

No caminho de Florença até o autódromo existem diversos radares espalhados pelo caminho, por isso respeite sempre a velocidade máxima indicada pelas placas (quando você passa pelos centros urbanos é 50 km/hora, em estradas menores é 70km/h, na estrada rápida é 130km/h).


 

3- Trem

Não existe uma estação ferroviária que leve até a porta do autódromo: as estações de trem mais próximas ficam nas cidades Borgo San Lorenzo e San Piero a Sieve.

Vale lembrar que existem dois tipos de trem que vão de Florença até Borgo San Lorenzo: um faz o itinerário apenas em 40 minutos e a passagem custa Euro 4,40 o outro leva cerca 75 minutos e a passagem custa Euro 6,10. Antes de subir no trem confirme com alguém se aquele é o trem “via Vaglia” que faz apenas em 40 minutos ou via “Pontassieve” que faz em 70 minutos.

Você pode pesquisar preços e horários das passagens de trem aqui.

Quando acontece o MOTO GP são colocados ônibus (navette) gratuitos das estações de Borgo San Lorenzo e San Piero a Sieve até o autódromo com saídas frequentes.

Em outras épocas do ano, você poderá pegar um ônibus de transporte público local até a cidade de Scarperia e de lá caminhar até o autódromo.


 

4- Ônibus

Você pode pegar um ônibus de Florença até Scarperia (linha 303 Firenze – S. Piero a Sieve – Scarperia da companhia AMV).

A passagem de ônibus de Florença até Scarperia custa Euro 3,30 na bilheteria do terminal de ônibus e você pode consultar os horários (linha 303) diretamente no site da AMV.

As passagens podem ser compradas diretamente dentro do ônibus, mas com uma sobretaxa em relação ao valor da bilheteria / tabacaria.

Em Florença você encontra o terminal de ônibus ao lado da estação ferroviária Santa Maria Novella. O ponto de ônibus em Scarperia não fica exatamente próximo ao autódromo: você terá que caminhar!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorTransporte em Siena
Próximo artigoTraslado Aeroporto Fiumicino – Roma Centro
Barbara Bueno é uma jornalista brasileira que mora em Florença desde março 2005. Foi para a Toscana em busca das suas origens italianas. Em janeiro de 2007 criou o BRASIL NA ITALIA. Já trabalhou como content manager para a Regione Toscana, atualmente colabora com a agência Caprionline.